Interaja - Compartilhe


Assista



Essa Luta Muda SP
Instagram

 
Brasil conquista três ouros na primeira etapa do Circuito Mundial Júnior 2015



Nathália Mercadante (48kg), Aléxia Castilhos (63kg) e Daniel Cargnin (66kg) foram campeões em Santo Domingo neste sábado.


epresentantes do Brasil na Copa Pan-americana de Judô, que equivale à primeira etapa do Circuito Mundial 2015, os judocas Nathália Mercadante (48kg/Ass. Marcos Mercadante de Judô/SP), Aléxia Castilhos (63kg/Sogipa/RS) e Daniel Cargnin (66kg/Sogipa/RS) entraram no tatame neste sábado, 17, em busca dos primeiros pontos no ranking mundial. Com 100% de aproveitamento, os atletas garantiram três ouros para o país na competição.

A ligeiro Nathália Mercadante teve apenas uma adversária em sua chave, a dominicana Meralis Lara. O ouro foi decidido no sistema de "melhor de três" e a brasileira foi implacável, vencendo duas lutas por ippon. 

Ainda no feminino, Aléxia Castilhos teve quatro adversárias e o título foi decidido no sistema de poules, onde todas lutam contra todos. Com um desempenho espetacular, Castilhos venceu todas as lutas por ippon e ficou com o lugar mais alto do pódio. 

O caminho de Daniel, por outro lado, começou com uma vitória sem luta, já que seu primeiro adversário não compareceu. Na sequência, o brasileiro venceu mais uma, graças à três shidos aplicados ao seu segundo oponente. Na final, Daniel, conseguiu um yuko e sagrou-se campeão depois que o seu adversário recebeu quatro shidos, sendo desclassificado. 

A Copa Aberta Pan-americana está sendo realizada em Santo Domingo, capital da República Dominicana entre os dias 17 e 18. A competição reuniu cerca de 180 atletas de oito países. 

Os judocas brasileiros seguem agora para Porto Rico, onde disputarão a segunda etapa do Circuito Mundial na cidade de Ponce, entre os dias 23 e 25. Na volta ao Brasil, Nathalia, Alexia e Daniel terão outro importante desafio. Eles seguirão direto para Saquarema, região dos lagos do Rio de Janeiro, onde participarão do Treinamento de Campo Internacional, com cerca de 200 atletas da Seleção Brasileira e de outros 10 países, entre eles Teddy Riner e Kayla Harrison. O treino será aberto para judocas que não façam parte da seleção.